Polícia de Nova York abre mão do Digidog, o cão-robô, após polêmicas e memes na internet

O contrato do Departamento de Polícia de Nova York (NYPD na silha em inglês) com o cão robô que gerou inúmeros memes de Black Mirror foi interrompido. Nesta quarta-feira (28), um subcomissário do NYPD confirmou ao New York Times que em resposta ao viral provocado pelo chamado Digidog — junto com uma intimação de funcionários do conselho municipal — o Departamento rescindiu seu contrato de US$ 94.000 com os criadores do robô, Boston Dynamics, no início deste mês.

John Miller, subcomissário do Departamento para inteligência e contraterrorismo, disse ao Times que o contrato deveria seguir até meados de agosto, completando um ano inteiro depois que o Digidog foi adquirido pela primeira vez. Em vez disso, o Departamento silenciosamente cortou seus laços em 22 de abril, aparentemente tendo sido usado em campo apenas seis vezes antes de ser enviado de volta para Boston Dynamics.

“As pessoas descobriram os bordões e a linguagem para de alguma forma criar esse mal”, disse Miller, ao se referir a tecnologia ter se tornado um “alvo” em discussões sobre raça, vigilância e horror distópico em geral.

No passado, os executivos da Boston Dynamic apontaram que a maioria de seus cães-robô não são realmente usados pela polícia. Na maior parte, eles são usados para tarefas bastante mundanas como a realização de inspeções de segurança para trabalhadores da rede ou digitalização de layouts de edifícios para empresas que procuram fazer construção. Um porta-voz da empresa disse ao Times na quarta-feira que os robôs não foram projetados “para serem usados como armas, infligir danos ou intimidar pessoas ou animais”.

Assine a newsletter do Gizmodo

Related Articles

Stay Connected

21,933FãsCurtir
2,754SeguidoresSeguir
0InscritosInscrever
- Advertisement -spot_img

Latest Articles