fbpx
- Advertisment -
Inicio Celulares Celulares Galaxy A11 e A21s são a nova aposta da Samsung no Brasil

Celulares Galaxy A11 e A21s são a nova aposta da Samsung no Brasil

-

A sul-coreana Samsung reforça nesta semana sua presença no segmento de smartphones intermediários ao trazer ao Brasil os modelos Galaxy A11 e Galaxy A21s.

A fabricante aposta nas câmeras e na bateria como principais pontos de inovação. O Galaxy A11 têm um conjunto triplo de câmeras traseiras. Os sensores de imagem permitem captura de imagens com diferentes amplitudes. Uma delas tem ângulo de captura normal (80 graus), enquanto a outra é uma lente macro, para captura de objetos muito próximos, e a terceira é uma ultra grande angular, como a lente da câmera de ação GoPro. A câmera frontal tem sensor de 8 megapixels e tira retratos com o fundo desfocado. A bateria do celular tem capacidade de 4.000 mAh, assim como a do iPhone 11 Pro Max, da Apple. O preço sugerido do produto é de 1.699 reais.

Já o Galaxy A21s tem quatro câmeras traseiras, sendo que a quarta funciona como um sensor de profundidade para registrar fotos com fundo desfocado. O sensor principal dessa câmera tem 48 megapixels, uma das maiores resoluções disponíveis atualmente em smartphones vendidos no Brasil. A câmera dianteira tem sensor de 13 megapixels. A bateria do A21s também é de maior capacidade do que a do A11, tendo 5.000 mAh. O preço sugerido do produto é de 1.999 reais.

“O atual momento reforçou o posicionamento do smartphone como um centro de recursos e serviços. E os novos Galaxy A21s e Galaxy A11 oferecem aos usuários todos os recursos necessários para uma experiência de alto nível, como uma tela espaçosa, com imagens nítidas para assistir a filmes e séries, e câmeras que asseguram a qualidade das fotos e vídeos”, afirmou Renato Citrini, gerente sênior de produto da divisão de dispositivos móveis da Samsung Brasil.

Exame. apurou que a Samsung tinha parcela de mercado de 48,4% no segmento de smartphones no Brasil no quarto trimestre de 2019, 5% a mais do que no mesmo período em 2018. Foram vendidos 5,8 milhões de unidades no período, mais do que o dobro da segunda colocada Motorola, que deteve 23,7% do setor nos últimos três meses do ano passado. A Motorola, entretanto, teve crescimento expressivo de 16,3% no período, em razão de uma mudança de estratégia de lançamentos, o que levou ao aumento do número de celulares vendidos, em sua maioria, no segmento entre 1.000 e 2.000 reais – faixa de preço dos dois novos aparelhos da linha Galaxy A da Samsung.

Últimos Posts

Combustível de iodo pode reduzir lixo espacial com "suicídio de satélites"

Não conseguimos ver daqui, mas há muito lixo espacial na órbita...

EUA superam 25 milhões de casos de Covid-19, apontam dados da Johns Hopkins

Painel de monitoramento da Universidade Johns Hopkins em 24...

Seu Facebook deslogou sozinho? Rede diz que foi “mudança de configuração”

Usuários do Facebook relataram (em outras redes sociais, óbvio) que tinham sido deslogados da rede sem motivo aparente na...
- Advertisement -

Reveja os projetos de preservação do lobo-guará em Minas Gerais

Considerado o grande semeador do cerrado mineiro, o lobo-guará ainda sofre com a redução das áreas...

Entenda o que muda no agronegócio com a posse de Joe Biden nos EUA

O novo presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, assumiu o cargo nesta semana, anunciando medidas opostas...

Leitura Obrigatoria

Escolher uma TV é uma tarefa simples por alguns...
Após anos de rumores, surgiram novas especulações sobre o...
As restrições globais que a Huawei tem sofrido ao...
- Advertisement -
- Advertisement -

Você também pode gostar dissoRelacionado
Recomendado para você