Por que autoridades dos EUA retiraram autorização para uso da cloroquina contra Covid-19

1 de 1
Comprimidos de hidroxicloroquina — Foto: Getty Images via BBC

Comprimidos de hidroxicloroquina — Foto: Getty Images via BBC

A autorização para uso de cloroquina e hidroxicloroquina em caráter emergencial para pacientes com Covid-19 foi revogada pela FDA, a agência americana equivalente à Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), nesta segunda-feira.

A decisão da agência técnica governamental — que tem independência para seu funcionamento — vem apesar de o presidente americano Donald Trump ter promovido o uso do remédio contra o coronavírus.

Normalmente, o processo de aprovação do uso de um remédio pela FDA para uma nova doença é longo e contém muitas etapas. No entanto, diante da gravidade da pandemia, a agência havia autorizado o uso da cloroquina e derivados para tratar Covid-19 em caráter emergencial, sem passar por todos os testes necessários, com base em estudos preliminares.

No entanto, desde a aprovação emergencial até hoje, o avanço das pesquisas trouxe evidências mais sólidas de que o remédio não gera melhora nos quadros de pessoas contaminadas pela doença.

A FDA diz que, com base na totalidade das evidências científicas disponíveis, não é mais razoável acreditar que o produto possa ser efetivo em tratar ou prevenir Covid-19.

Agência americana retira autorização para uso de cloroquina em tratamento de Covid-19

Related Articles

Stay Connected

21,933FãsCurtir
2,754SeguidoresSeguir
0InscritosInscrever
- Advertisement -spot_img

Latest Articles