Festa junina, passeio de caiaque, viagem com amigas: brasileiras na Nova Zelândia comemoram o fim da quarentena

1 de 8
Brasileiros fazem festa junina na cidade de Hamilton para comemorar o fim da quarentena na Nova Zelândia — Foto: Maya Hasegawa/ Arquivo Pessoal

Brasileiros fazem festa junina na cidade de Hamilton para comemorar o fim da quarentena na Nova Zelândia — Foto: Maya Hasegawa/ Arquivo Pessoal

Os neozelandeses irão aproveitar o primeiro fim de semana depois do fim da rígida quarentena imposta por causa da pandemia de Covid-19. Após 75 dias de restrições, não é mais preciso evitar aglomerações e os eventos sociais estão liberados. Três brasileiras que moram no país do Pacífico Sul contaram que vão fazer festa junina, retomar passeio de caiaque e comemorar aniversário com amigos.

“Eu reuni vários amigos brasileiros para fazer uma festa junina com tudo o que tinha direito: pinhão, arroz doce, bolo de milho, vinho quente. A minha banda também tocou. Fazia uns três meses que a gente não se via”, afirma a farmacêutica Maya Hasegawa, de 41 anos, que está há três anos no país.

A moradora da cidade de Hamilton, na ilha norte, elogiou a condução do combate à pandemia feito pela primeira-ministra neozelandesa, Jacinda Ardern.

“Temos uma grande líder, uma comunicadora nata, que conseguia unificar as pessoas, até a oposição, independente da origem, para dar um jeito nesse vírus o quanto antes. Com certeza, estou no melhor país que eu poderia estar nesse momento. Nunca me senti tão segura e tão acolhida. Eles cuidaram da gente”, disse.

Nova Zelândia anuncia oficialmente que eliminou o novo coronavírus do país