Ads
Advertisements
Barrado na fronteira, menino sírio com câncer espera para conseguir tratamento — Foto: BBC

Barrado na fronteira, menino sírio com câncer espera para conseguir tratamento — Foto: BBC

Na Síria, cerca de 400 pacientes com câncer aguardam autorização para cruzar fronteira e enfim passarem por tratamento em hospitais na Turquia.

Ismail Al-Yazigi é um deles. Ele quebrou a perna e não se recuperou. Ao fazer radiografia, a família descobriu que ele tem uma massa cancerígena no corpo.

Segundo Abdul Qader Yazigi, pai de Ismail, os médicos informaram que na Síria não há tratamento para ele, mas sim na Turquia. A Síria enfrenta severa escassez de trabalhadores de saúde e equipamentos, devido aos conflitos em andamento.

A autorização para cruzar a fronteira pode levar dias ou até meses. A Turquia havia fechado a fronteira de Bab al-Hawa para a Síria por dois meses devido à covid-19, antes de reabri-la para um pequeno número de pacientes.

Hoje a autorização para entrada de pacientes está instável: a fronteira se abre por um tempo e depois fecha novamente.

Além dos cerca de 400 pacientes com câncer aguardando autorização, há outros 1.200 pacientes que precisam de cirurgia no coração ou que apresentam anomalias cardíacas. Eles também precisam ir à Turquia para cirurgia porque os tratamentos não estão disponíveis na Síria.