Ads
Advertisements

Pai e filho se unem para salvar empresa da família e faturamento do negócio aumenta em 80%

Neste Dia dos Pais, uma família dona de um negócio no interior de São Paulo tem uma razão a mais para comemorar. Com a pandemia, pai e filho se uniram para salvar a empresa.

César Pietrobom é dono de uma franquia de material para artesanato. Ele está no ramo de tecidos há 14 anos, junto com a mulher. Mas há quatro meses, dá expediente em casa. “Dia 19 de março, eu afastei definitivamente da loja, que eu sou transplantado, a minha imunidade é baixa, eu tomo imunossupressor”, conta César.

A loja, em Paulínia, interior de São Paulo, fechou no começo da quarentena. A família enfrentava o drama de manter o faturamento sem atendimento, como milhões de empresários.

“Então o meu filho Ítalo falou: ‘pai, vou dar uma força pra você na loja’. Então nós decidimos que ele ia começar a ajudar assumir a loja no meu lugar”.

Ítalo é o filho mais novo do casal. Ele é arquiteto de 27 anos e chegou para transformar o negócio. Ítalo levou o mundo digital para dentro da loja, que não tinha qualquer tipo de operação online.

“O meu pai, como não é um grande fã de redes sociais, ele tinha um pé atrás. Mas aí conversamos, implementamos e arriscamos, tínhamos que arriscar. Porque ou era isso ou era nada”, diz o empresário Ítalo Pietrobom.

A empresa passou a se comunicar com os clientes por aplicativos de mensagem, investiu em divulgação pelas redes sociais, criou logística para separar pedidos e fazer entregas. Resultado da transformação digital liderada pelo Ítalo: hoje, mesmo com a loja física reaberta, as vendas online representam cerca de 40% do faturamento do negócio.

Agora, o Ítalo trabalha, junto com a mãe, dona Roberta. O jovem também propôs a diversificação dos produtos: a loja passou a vender tecido antiviral e outros materiais para confecção de máscaras.

O resultado dessa verdadeira revolução foi que, em junho, o faturamento do negócio subiu 80% em relação ao mesmo mês do ano passado. Agora, os jantares da família Pietrobom viraram reuniões de trabalho para discutir o futuro da empresa. E hoje, é dia de comemoração dupla.

“Um dia para comemorar o Dia dos Pais, e um dia para comemorar a união da família em torno de um negócio”, celebra Ítalo.