Deprecated: uasort(): Returning bool from comparison function is deprecated, return an integer less than, equal to, or greater than zero in /var/www/vhosts/clubnation.com.br/httpdocs/wp-content/plugins/google-site-kit/includes/Core/Modules/Modules.php on line 267
Confiança do comércio cai pela quarta vez seguida » Club Nation
<> Anuncie Aqui <>
- Advertisment -
Inicio Finanças Confiança do comércio cai pela quarta vez seguida

Confiança do comércio cai pela quarta vez seguida

-

O índice que mede a confiança do comércio do FGV Ibre recuou 0,9 ponto em janeiro, passando de 91,7 para 90,8 pontos, registrando a quarta queda consecutiva.

Em janeiro, a confiança caiu em três dos seis principais segmentos do comércio e foi influenciada totalmente pela piora da percepção sobre a situação atual.

“A confiança do comércio começa 2021 mantendo a tendência de queda observada desde o último trimestre de 2020″, avalia Rodolpho Tobler, coordenador da Sondagem do Comércio do FGV IBRE.

1 de 1
Confiança do comércio – janeiro/2021 — Foto: Economia G1

Confiança do comércio – janeiro/2021 — Foto: Economia G1

De acordo com ele, a piora segue sendo influenciada pela redução no ritmo de vendas atual, resultado da cautela dos consumidores. Apesar do avanço das expectativas em relação aos próximos meses, a melhora ainda não reflete otimismo, apenas uma redução do pessimismo. “Diante desse cenário, ainda não é possível vislumbrar uma retomada consistente do setor nos próximos meses, que depende da recuperação do mercado de trabalho e da confiança do consumidor“, afirmou tobler em nota.

Desde o final de 2020, a recuperação do comércio vem perdendo força influenciada principalmente pela piora da percepção sobre o momento atual.

Analisando as empresas em dois grupos, o de revendedores de bens essenciais e os de demais bens, é possível observar comportamentos diferentes ao longo da pandemia. O primeiro quase não sofre o impacto inicial justamente por revender itens de necessidades básicas, enquanto o segundo sofreu forte impacto e depois se recuperou.

Nos últimos meses, ambos vêm percebendo piora do ritmo de vendas, sendo mais acentuada nos revendedores dos demais bens. “A cautela dos consumidores, o fim dos programas emergenciais do Governo, e a lenta recuperação do mercado de trabalho contribuem para essa piora, principalmente quando se trata de revendedores de bens não essenciais”, completa Tobler.

Assista a mais notícias de Economia:

Últimos Posts

Leilão do 5G: presidente da Anatel propõe implantação gradual de tecnologia de ponta

O presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Leonardo Euler e Morais, propôs nesta quinta-feira (25)...

Auxílio emergencial: Bolsonaro fala em pagar quatro parcelas de R$ 250 na nova rodada

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira (25) que o governo estuda pagar quatro parcelas de...

Ministério da Agricultura registra 3 agrotóxicos inéditos e 64 genéricos para uso dos agricultores

Ministério da Agricultura liberou mais 67 agrotóxicos, contendo 3...

STF decide que é válida lei estadual do Rio que protege consumidor do telemarketing

O Supremo Tribunal Federal decidiu nesta quinta-feira (25) manter uma lei do Rio de Janeiro que...
- Advertisement -

PEC Emergencial: fatiar votação e separar auxílio de contrapartidas é ‘pior para todos’, diz Tesouro

O secretário do Tesouro Nacional, Bruno Funchal, afirmou nesta quinta-feira (25) que um eventual fatiamento da...

Twitter permitirá que usuários cobrem seus seguidores por conteúdo extra

Twitter anuncia novidades — Foto: REUTERS/Kacper Pempel ...

Leitura Obrigatoria

- Advertisement -
- Advertisement -

Você também pode gostar dissoRelacionado
Recomendado para você