- Advertisment -
Inicio Ciência AstraZeneca: erro nos testes gera desconfiança na vacina

AstraZeneca: erro nos testes gera desconfiança na vacina

-

Uma das vacinas mais aguardadas no Ocidente, a do consórcio AstraZeneca e Universidade de Oxford, foi do céu ao inferno ao anunciar, na última segunda-feira (23), o resultado da eficácia de até 90% de seu imunizante. Entre comemorações de júbilo da imprensa e de políticos britânicos, a Astra Zeneca reconheceu um erro crítico na dosagem recebida por alguns participantes do estudo.

A controvérsia imediatamente começou a levantar dúvidas se a eficácia a princípio espetacular da vacina será confirmada após ensaios adicionais que serão necessários. Para cientistas e especialistas do setor, o erro não é isolado e existem diversas irregularidades e omissões na forma como a AstraZeneca divulgou os dados.

As autoridades americanas confirmaram que os resultados não foram claros e, para piorar a situação, foi o chefe da principal iniciativa federal de vacinação, e não a empresa, o primeiro a revelar que os resultados mais promissores da vacina não estavam refletindo os dados de pessoas idosas.

O que ocorreu com os testes da AstraZeneca?

Fonte: John Cairns/AP/ReproduçãoFonte: John Cairns/AP/ReproduçãoFonte:  John Cairns/AP 

O programa alardeado pela AstraZeneca como 90% eficaz envolveu participantes que receberam meia dose da vacina, seguida por uma dose completa um mês depois. O programa menos eficaz envolveu duas doses completas. No anúncio, a fabricante explicou que menos de 2,8 mil participantes tomaram uma dose inicial menor, enquanto o restante (cerca de 8,9 mil pessoas) receberam as duas doses completas.

A dúvida que surgiu imediatamente foi: por que essa variação tão grande na eficácia da vacina em diferentes doses? Finalmente, e mais estranho: por que uma dose menor produziu resultados melhores? Nem os pesquisadores da AstraZececa nem os da Universidade de Oxford souberam responder a essas questões.

Na quarta-feira (25), o executivo da AstraZeneca encarregado das pesquisas, Menelas Pangalos, explicou que o erro na dosagem foi cometido por uma firma terceirizada e que, tão logo detectado, os reguladores foram imediatamente notificados, e autorizaram a continuação da testagem, mesmo com doses diferentes.

Com o surgimento dessa questão acidental das meias doses, Pangalos afirmou que a empresa fará um teste global com o objetivo de comparar os dois regimes de dosagem. O número de participantes envolvidos ainda não foi revelado, mas o executivo já adiantou que será na casa dos milhares.

Últimos Posts

Terra está ‘morrendo’ rápido demais, indicam pesquisadores

Extinções em massa, crises de saúde e constantes rupturas sociais. Apesar de este já ser um cenário familiar às cerca...

Documentário mostra que games podem ser terapia para crianças com câncer

Videogame é bom demais! Não precisa nem de muita força pra defender essa frase, pois aqui todo mundo sabe...

Realme quer abrir lojas em todo o mundo a partir de 2021; Brasil incluso

A Realme possui planos ambiciosos para 2021 e, após crescer no mercado online, a companhia está pronta para expandir...

Além de God of War, Santa Monica trabalha em outro jogo não anunciado

A Santa Monica, estúdio de God of War, que está neste momento trabalhando na sequência para o aclamado jogo...
- Advertisement -

Implante de córnea artificial ajuda a recuperar visão de homem cego há 10 anos

De acordo com o jornal hebraico Israel Hayom, um homem de 78 anos, cego dos dois olhos há mais...

Leitura Obrigatoria

Nesta sexta-feira (15), o mundo ultrapassou a marca de...
O Brasil iniciou o período de vacinação contra a covid-19...
Após sofrer dois atrasos consecutivos, a Virgin Orbit estabeleceu...
A startup Beckley PsyTech, do Reino Unido, conseguiu levantar...
- Advertisement -
- Advertisement -

Você também pode gostar dissoRelacionado
Recomendado para você