- Advertisment -
Inicio Brasil Segunda noite da Convenção Nacional do Partido Republicano tem discursos de Melania Trump e Mike Pompeo

Segunda noite da Convenção Nacional do Partido Republicano tem discursos de Melania Trump e Mike Pompeo

-

1 de 8
Trump fala em vídeo durante a segunda noite da Convenção Nacional do Partido Republicano, nos EUA, nesta terça (25) — Foto: Convenção Nacional do Partido Republicano/Reuters

Trump fala em vídeo durante a segunda noite da Convenção Nacional do Partido Republicano, nos EUA, nesta terça (25) — Foto: Convenção Nacional do Partido Republicano/Reuters

O discurso da primeira-dama dos Estados Unidos, Melania Trump, está entre os mais esperados da segunda noite da Convenção Nacional do Partido Republicano nesta terça-feira (25). Ela defenderá a reeleição de Donald Trump em uma noite em que discursará também o secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo.

Melania tem uma nova chance de impressionar durante a campanha do marido pela presidência do país, isso porque na eleição de 2016, a ex-modelo eslovena foi acusada de plagiar em sua mensagem trechos inteiros do discurso de Michelle Obama de oito anos antes.

Já a participação de Pompeo na convenção, diretamente de uma missão oficial da diplomacia norte-americana no Oriente Médio é criticada pelos democratas com base em uma norma que impede servidores federais de se envolverem em certas atividades políticas.

Em um discurso gravado em Jerusalém, Pompeo começou citou sua esposa e filho. Ele disse que o governo Trump foi responsável por garantir a paz na região e falou sobre a mudança da embaixada dos EUA de Israel.

2 de 8
Secretário de Estado dos EUA fala durante a Convenção Nacional do Partido Republicano nesta terça-feira (25) em uma gravação feita em Jerusalém — Foto: Convenção Nacional do Partido Republicano/Reuters

Secretário de Estado dos EUA fala durante a Convenção Nacional do Partido Republicano nesta terça-feira (25) em uma gravação feita em Jerusalém — Foto: Convenção Nacional do Partido Republicano/Reuters

Negócio de família

3 de 8
Tiffany Trump, filha de Donald Trump, na segunda noite da Convenção Nacional do Partido Republicano nesta terça-feira (25) — Foto: Jonathan Ernst/Reuters

Tiffany Trump, filha de Donald Trump, na segunda noite da Convenção Nacional do Partido Republicano nesta terça-feira (25) — Foto: Jonathan Ernst/Reuters

Além da primeira-dama, discursaram dois dos cinco filhos de Trump. A primeira a falar foi Tiffany que exaltou os “ideais americanos” ao pedir votos para seu pai e defendeu as medidas econômicas de seu governo.

“Como recém-formada, posso me identificar com muitos de vocês que podem estar procurando emprego. Meu pai construiu uma economia próspera uma vez e, acredite, ele fará de novo.” – Tiffany Trump, filha de Donald Trump

Assim como seu meio-irmão, Donald Trump Jr., que falou na segunda (24), Tiffany não compartilhou histórias pessoais sobre seu pai. Ao invés disso, ela discursou sobre seus esforços para “desafiar o sistema” e sobre seu “coração intransigente”.

Em seu discurso, Eric Trump destacou os investimentos da gestão de seu pai nas Forças Armadas. Ele aproveitou para criticar candidato da oposição Joe Biden, que segundo ele, deve reduzir os investimentos na polícia e tomar medidas contra o porte de armas.

4 de 8
Eric Trump pré-gravou seu discurso para a Convenção Nacional do Partido Republicano nesta terça-feira (25) — Foto: Jonathan Ernst/Reuters

Eric Trump pré-gravou seu discurso para a Convenção Nacional do Partido Republicano nesta terça-feira (25) — Foto: Jonathan Ernst/Reuters

Ele subiu o tom ao falar sobre Biden, quem ele disse ser “um político de carreira que nunca assinou um contra-cheque e que não sabe o mínima sobre o trabalhador americano ou a empresa americana”.

Introdução religiosa

A segunda noite da convenção republicana foi inaugurada com uma oração liderada pela pastora Norma Urrabazo, da Igreja Internacional de Las Vegas, que pediu que se rezasse pela recuperação de Jacob Blake, homem negro baleado diversas vezes por policiais no domingo (23) e que gerou uma nova onda de protestos anti-racistas.

5 de 8
Pastora Norma Urrabazo, da Igreja Internacional de Las Vegas, faz oração na abertura da segunda noite da Convenção Nacional do Partido Republicano nesta terça-feira (25) — Foto: Convenção Nacional do Partido Republicano/Reprodução

Pastora Norma Urrabazo, da Igreja Internacional de Las Vegas, faz oração na abertura da segunda noite da Convenção Nacional do Partido Republicano nesta terça-feira (25) — Foto: Convenção Nacional do Partido Republicano/Reprodução

“Oremos pela cura e conforto para Jacob Blake e sua família” – pastora Norma Urrabazo

O Trump assinou, em um vídeo gravado para a convenção nacional, um indulto presidencial a Jon Ponder, condenado por assaltar um banco em Nevada. Após sua prisão, Ponder fundou um programa de reintegração para ex-presidiários.

“Acreditamos que cada pessoa é feita por Deus com um propósito”, disse Trump. “Vou continuar a dar a todos os americanos, incluindo ex-presidiários, a melhor chance de construir uma vida nova e concretizar seu próprio sonho americano.”

6 de 8
Jon Ponder, condenado por assaltar um banco em Nevada, aparece em vídeo durante a convenção republicana nesta terça (25) — Foto: Convenção Nacional do Partido Republicano/Reuters

Jon Ponder, condenado por assaltar um banco em Nevada, aparece em vídeo durante a convenção republicana nesta terça (25) — Foto: Convenção Nacional do Partido Republicano/Reuters

Também durante a convenção republicana, foi exibida uma gravação da Casa Branca em que cinco imigrantes repetiram o juramento oficial dos EUA durante uma cerimônia de naturalização.

Trabalhadores dos EUA

Convidados não políticos também discursaram nesta segunda noite. Jason Joyce, pescador de lagostas do Maine, disse que o presidente dos EUA cumpriu com suas promessas de campanha e que, enquanto estiver no poder, famílias de pescadores terão voz.

Uma fazendeira de leite do Wisconsin e dono de uma pequena metalurgia defenderam o novo acordo comercial de Trump na América do Norte, que protegeu seus negócios e os tornou “mais competitivos”.

Pouco antes do início da convenção, uma das convidadas a discursar foi retirada do programa oficial de apresentações. Mary Ann Mendoza é ativista e participava da organização “We Build the Wall”, de Steve Bannon. Nesta terça ela compartilhou uma postagem antissemita no Twitter que foi apagada pela rede social.

Primeira noite da convenção

7 de 8
Donald Trump Jr. discursa na primeira noite da Convenção Nacional do Partido Republicano, na segunda-feira (24) — Foto: AP Photo/Susan Walsh

Donald Trump Jr. discursa na primeira noite da Convenção Nacional do Partido Republicano, na segunda-feira (24) — Foto: AP Photo/Susan Walsh

Apesar de prometer um tom otimista, ameaças de um EUA sombrio, dominado pelo “radicalismo socialista” no caso de uma vitória de Joe Biden e do Partido Democrata, deram a tônica da maioria das falas da primeira noite da convenção republicana.

Donald Trump Jr., filho mais velho do presidente, foi o primeiro membro da família Trump a falar a favor da reeleição de seu pai, destacando resultados econômicos positivos de sua primeira gestão e atacando seu oponente, o democrata Joe Biden.

A convenção republicana, na verdade, teve seu início oficial horas antes, ainda de manhã, quando os delegados confirmaram seus votos e nomearam oficialmente Donald Trump e Mike Pence como os candidatos a presidente e vice do partido.

Já entre os não políticos, se destacaram o casal de advogados Mark e Patricia McCloskey, que ficaram conhecidos após apontarem armas para manifestantes pacíficos do movimento Black Lives Matter quando estes passaram em frente a casa deles, em St. Louis, em 28 de junho.

8 de 8
Patricia e Mark McCloskey falam em vídeo gravado para a Convenção Nacional do Partido Republicano, apresentado na segunda-feira (24) — Foto: Convenção Nacional do Partido Republicano/Divulgação/AP

Patricia e Mark McCloskey falam em vídeo gravado para a Convenção Nacional do Partido Republicano, apresentado na segunda-feira (24) — Foto: Convenção Nacional do Partido Republicano/Divulgação/AP

Destaques do terceiro dia

A convenção republicana continua até a quinta-feira (27), data em que Donald Trump irá aceitar oficialmente a nomeação do partido como candidato à presidência dos Estados Unidos nas eleições de 3 de novembro.

Na programação de quarta-feira (26), os destaques deverão ser os discursos do atual vice-presidente Mike Pence e Kellyanne Conway, assessora de Trump e gerente da campanha do republicano em 2016 que deixará seu posto na Casa Branca no final do mês para se dedicar mais à família.

Mais notícias sobre as eleições nos EUA

ELEIÇÕES NOS EUA 2020

Últimos Posts

INSS: o que muda nas regras para pedir aposentadoria e pensão em 2021

A reforma da previdência completou um ano em novembro de 2019 e trouxe uma série de...

Ações de farmacêuticas se valorizam com mercado de vacinas; veja o ranking

Profissional de saúde se prepara para aplicar a vacina...

Steam de Resident Evil Village indica que a Capcom está trabalhando em um componente multiplayer

Uma atualização na entrada do Steam Database de Resident Evil Village parece sugerir que o multiplayer provavelmente fará parte...

Ministro do TCU cobra Ministério da Saúde por falta de oxigênio em hospitais do Amazonas

O ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Benjamin Zymler cobrou do Ministério da Saúde,...
- Advertisement -

United Airlines tem prejuízo de US$ 1,9 bilhão no 4º trimestre de 2020

Avião da United Airlines no aeroporo de Los Angeles...

Governo federal zera imposto de importação de pneus de caminhão

O Comitê Executivo de Gestão da Câmara de Comércio Exterior (Camex), do Ministério da Economia, decidiu...

Leitura Obrigatoria

- Advertisement -
- Advertisement -

Você também pode gostar dissoRelacionado
Recomendado para você