>>>
- Advertisment -
Inicio Brasil Novos bombardeios de Israel em Gaza em represália a balões incendiários

Novos bombardeios de Israel em Gaza em represália a balões incendiários

-


Ataque teve como alvo ‘infraestruturas subterrâneas do Hamas na Faixa de Gaza’, segundo comunicado militar israelense. Fumaça e chamas são vistas depois que aviões de guerra pertencentes ao exército israelense realizaram ataques aéreos sobre a cidade de Rafah, no sul da Faixa de Gaza, nesta terça-feira (18)
Said Khatib/AFP
O exército israelense anunciou nesta terça-feira (18) novos bombardeios na Faixa de Gaza em resposta ao lançamento de balões incendiários a partir do território palestino.
Os novos bombardeios acontecem no momento em que uma delegação egípcia tenta reduzir a tensão na região, de acordo com uma fonte do movimento islamita Hamas, que controla a Faixa de Gaza.
Ninguém ficou ferido nos bombardeios, de acordo com a mesma fonte.
Os bombardeios israelenses tiveram como alvo “infraestruturas subterrâneas do Hamas na Faixa de Gaza”, afirma um comunicado militar israelense, que vincula o ataque aos “balões explosivos e incendiários lançados desde Gaza contra Israel”.
A delegação do Egito chegou na segunda-feira (17) a Faixa de Gaza, onde se reuniu com líderes do Hamas. Também terá encontros com funcionários da Autoridade Palestina na Cisjordânia, ocupada por Israel desde 1967, segundo uma fonte do movimento islamita.
Um bombeiro israelense tenta apagar um incêndio causado por um balão incendiário lançado por palestinos na Faixa de Gaza, no lado israelense da fronteira entre Israel e Gaza, no domingo (16)
Tsafrir Abayov/AP
No domingo (16), o exército israelense fechou a zona de pesca de Gaza e bombardeou várias posições do Hamas, como represália pelo lançamento de foguetes e balões incendiário.
Desde que o Hamas assumiu o controle de Gaza depois de vencer as eleições legislativas há mais de uma década, Israel impõe um severo bloqueio por terra, mar e ar sobre o território.
O enclave palestino tem população de mais de dois milhões de pessoas, a maioria delas refugiadas e quase 80% dependentes de ajuda humanitária, de acordo com dados da UNRWA, a agência da ONU para os refugiados palestinos.
Um menino palestino verifica os danos à casa de sua família após ataques aéreos israelenses no campo de refugiados de Buriej, na Faixa de Gaza, no sábado (15)
Khalil Hamra/AP
Desde 2008 Gaza foi cenário de três guerras entre Israel e os movimentos armados palestinos. Apesar da trégua decretada no ano passado, após a mediação da ONU, Egito e Catar, os movimentos armados de Gaza, incluindo o Hamas, e Israel se enfrentam esporadicamente.

Últimos Posts

Empresas abrem 850 vagas de emprego na região de Ribeirão Preto; veja como se candidatar

Sede da LongPing High-Tech, em Cravinhos, SP — Foto:...

Vice-presidente e herdeiro da Samsung é condenado a 30 meses de prisão por suborno

Jay Y. Lee, vice-presidente do conselho administrativo da Samsung...

Caixa informa que indenizações do DPVAT serão pagas por meio do banco digital da instituição

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, informou nesta segunda-feira (18) que os pagamentos do...
- Advertisement -

Programas de encaminhamento do Alto Tietê reúnem mais de 380 vagas de emprego nesta segunda; veja lista

Programas de encaminhamento do Alto Tietê reúnem 382 vagas...

Secretaria de Saúde abre seleção simplificada com 828 vagas e salários de até R$ 9,8 mil

Profissional em leito da rede pública, em imagem de...

Leitura Obrigatoria

- Advertisement -
- Advertisement -

Você também pode gostar dissoRelacionado
Recomendado para você