fbpx
- Advertisment -
Inicio Brasil Importações de carne suína pela China em julho têm recorde de 430 mil toneladas

Importações de carne suína pela China em julho têm recorde de 430 mil toneladas

-

1 de 1
Vendedor segura peça de carne suína em mercado em Handan, na China — Foto: REUTERS/Stringer

Vendedor segura peça de carne suína em mercado em Handan, na China — Foto: REUTERS/Stringer

As importações de carne suína da China mais que dobraram na comparação anual em julho, para 430 mil toneladas, atingindo um volume recorde mensal, mostraram dados de alfândega da noite deste domingo (23), mesmo com controles mais rígidos sobre cargas que chegam ao país.

Importadores chineses têm comprado grandes volumes da carne neste ano devido a uma escassez de oferta doméstica depois que uma epidemia de peste suína africana matou milhões de porcos.

Ainda assim, os dados surpreenderam, após muitas unidades de processamento no exterior terem sido forçaras a parar ou desacelerar a produção nos meses anteriores por infecções pelo coronavírus entre trabalhadores.

As importações em julho ultrapassaram as 400 mil toneladas de junho, que haviam sido até então as mais elevadas no ano.

“Considerando que os EUA e Europa tiveram suspensões ou produção mais lenta em maio, isso é realmente incrível”, disse Pan Chenjun, analista do Rabobank.

A China pediu a unidades no exterior desde junho que parassem embarques se tivessem casos de coronavírus entre trabalhadores, mesmo com especialistas afirmando que não há evidência de que o vírus possa ser transmitido através de alimentos.

No começo do mês, uma carga de carne de frango do Brasil testou positivo para coronavírus. A suspeita é de que o vírus tenha sido encontrado na embalagem. Autoridades dos dois países investigam as causas. Diante da notícia, as Filipinas embargaram as importações de frigoríficos brasileiros.

Filipinas suspendem temporariamente importações da carne de frango do Brasil

Filipinas suspendem temporariamente importações da carne de frango do Brasil

O governo chinês também passou a fazer testes de coronavírus em contêineres de alimentos congelados, o que tornou mais lenta a liberação das mercadorias nos portos.

Entre janeiro e julho, as importações de carne suína atingiram 2,56 milhões de toneladas, contra pouco mais de 1 milhão no ano anterior.

As importações de carne bovina em julho somaram 210 mil toneladas, segundo dados da alfândega, com embarques dos sete primeiros meses atingindo 1,2 milhão de toneladas.

Últimos Posts

Em meio a sistema tributário caótico, estado e contribuintes disputam R$ 5,4 trilhões na justiça

Em um sistema tributário caótico e que afasta investimentos, há uma cifra que chama a atenção:...

Veja quanto os autônomos e MEIs vão pagar de contribuição ao INSS em 2021

Contribuição de autônomos ao INSS em 2021 — Foto:...

Google ameaça bloquear ferramenta de busca na Austrália

Google ameaça suspender serviço de buscas na Austrália se...

Auxílio Emergencial: Caixa libera saques de últimas parcelas para nascidos em outubro

A Caixa Econômica Federal (CEF) libera nesta sexta-feira (22) os saques e transferências das últimas parcelas...
- Advertisement -

Inflação e pandemia cortam ganho real dos trabalhadores em 2020, aponta Salariômetro

Em 2020, não houve ganho real nos salários negociados entre patrões e empregados, segundo dados do...

Vale retoma produção de pelotas em Vargem Grande após quase 2 anos de paralisação

Vale — Foto: Divulgação/Vale Fertilizantes ...

Leitura Obrigatoria

- Advertisement -
- Advertisement -

Você também pode gostar dissoRelacionado
Recomendado para você