Dólar passa a subir e é negociado acima de R$ 5,15

1 de 2
Notas de dólar — Foto: Reuters/Dado Ruvic

Notas de dólar — Foto: Reuters/Dado Ruvic

O dólar oscila nesta terça-feira (16), após cair na abertura em meio a esperanças de mais estímulos econômicos nos Estados Unidos para apoiar uma retomada da atividade pós-pandemia.

Às 11h50, a moeda norte-americana subia 0,10%, a R$ 5,1470. Na máxima até o momento chegou a R$ 5,16, e na mínima foi a R$ 5,0484 Veja mais cotações.

Nesta segunda-fira, o dólar encerrou o dia em alta de 2%, vendido a R$ 5,1421 – maior cotação desde 2 de junho (R$ 5,2116). No mês, a moeda ainda acumula queda, de 3,64%. No ano, a alta chega a 28,24%.

Cenário externo e interno

Depois de uma segunda-feira difícil para ativos arriscados, o clima nos mercados globais amanheceu mais otimista nesta sessão depois que o Federal Reserve anunciou que começará a comprar títulos corporativos por meio de instrumento de crédito corporativo do mercado secundário nesta terça-feira, uma das várias ferramentas de emergência recentemente lançadas para melhorar o funcionamento do mercado na esteira da pandemia do coronavírus.

No cenário doméstico, permanecem as incertezas sobre a perspectivas de recuperação da economia, em meio a um cenário de permanente avanço do número de novos casos diários da Covid-19 e elevadas tensões políticas.

Ameaça de segunda onda de casos de Covid-19 nos EUA e China faz dólar subir

Related Articles

Stay Connected

21,933FãsCurtir
2,754SeguidoresSeguir
0InscritosInscrever
- Advertisement -spot_img

Latest Articles