- Advertisment -
Inicio Brasil 3,6 milhões de pessoas buscaram atendimento médico na última semana de maio com sintomas gripais, mostra PNAD Covid do IBGE

3,6 milhões de pessoas buscaram atendimento médico na última semana de maio com sintomas gripais, mostra PNAD Covid do IBGE

-

IBGE revela dados sobre pessoas que sentiram sintomas da Covid-19

IBGE revela dados sobre pessoas que sentiram sintomas da Covid-19

3,6 milhões de brasileiros buscaram algum atendimento de saúde por causa de sintomas gripais na última semana de maio, aponta a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD) Covid, divulgada nesta terça-feira (16) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Segundo a pesquisa, 84,3% desses atendimentos foram feitos no Sistema Único de Saúde (SUS); 127 mil pessoas foram internadas, tanto no SUS como em hospitais privados, apenas entre 24 e 30 de maio.

No mesmo período, 22,1 milhões de pessoas tiveram pelo menos um sintoma gripal (febre, tosse, dor de garganta, dificuldade para respirar, dor de cabeça, dor no peito, náusea, nariz entupido ou escorrendo, fadiga, dor nos olhos, perda de olfato ou paladar e dor muscular). Nem todas, entretanto, procuraram atendimento médico.

Os resultados divulgados nesta terça (16) são os primeiros da pesquisa, que começou no início de maio com 193,6 mil domicílios em 3.364 cidades brasileiras, por telefone.

Sem emprego

1 de 1
Foto mostra rua cheia no centro de São Paulo, no dia 10 de junho, depois da abertura do comércio sob restrições em meio à pandemia de Covid-19. — Foto: Nelson Almeida/AFP

Foto mostra rua cheia no centro de São Paulo, no dia 10 de junho, depois da abertura do comércio sob restrições em meio à pandemia de Covid-19. — Foto: Nelson Almeida/AFP

O levantamento do IBGE estimou, ainda, que a pandemia de Covid-19 restringiu o acesso de 28,6 milhões de pessoas ao mercado de trabalho em maio. Destas, 17,7 milhões não procuraram emprego na última semana do mês por causa da pandemia.

Outras 10,9 milhões conseguiram fazer a busca, mas permaneceram desempregadas no período.

Entre os que têm emprego – que a pesquisa estimou em 84,4 milhões na última semana do mês – 14,6 milhões estavam temporariamente afastadas do trabalho devido ao isolamento social ou férias coletivas, o equivalente a 17,3%. Mas o número de trabalhadores afastados caiu: entre primeira e a quarta semana de maio, caiu em 1,8 milhão a quantidade de afastamentos.

CORONAVÍRUS

Últimos Posts

INSS: o que muda nas regras para pedir aposentadoria e pensão em 2021

A reforma da previdência completou um ano em novembro de 2019 e trouxe uma série de...

Ações de farmacêuticas se valorizam com mercado de vacinas; veja o ranking

Profissional de saúde se prepara para aplicar a vacina...

Steam de Resident Evil Village indica que a Capcom está trabalhando em um componente multiplayer

Uma atualização na entrada do Steam Database de Resident Evil Village parece sugerir que o multiplayer provavelmente fará parte...

Ministro do TCU cobra Ministério da Saúde por falta de oxigênio em hospitais do Amazonas

O ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Benjamin Zymler cobrou do Ministério da Saúde,...
- Advertisement -

United Airlines tem prejuízo de US$ 1,9 bilhão no 4º trimestre de 2020

Avião da United Airlines no aeroporo de Los Angeles...

Governo federal zera imposto de importação de pneus de caminhão

O Comitê Executivo de Gestão da Câmara de Comércio Exterior (Camex), do Ministério da Economia, decidiu...

Leitura Obrigatoria

- Advertisement -
- Advertisement -

Você também pode gostar dissoRelacionado
Recomendado para você