Anúncio
Anuncie
Anúncio

Produção sueca nunca deixou de ter relevância e talvez seja a maior representação do relacionamento de Bergman e Ullmann

Um tipo comum de enredo no cinema, principalmente quando o apelo é para o drama, é o de crise matrimonial. As desavenças que podem nascer de uma relação que, por qualquer que seja o motivo, começa a se desintegrar é um celeiro fértil para a produção de momentos intensos.

Dessa forma, diversos artistas criaram carreiras inteiras ao redor desse nicho e encontrando formas novas de representar a complexidade de uma relação a dois no cinema. Nos anos 70, Woody Allen surge como um desses expoentes em uma Hollywood que se transformava e passava a ter maior interesse por histórias menos fantasiosas.

Anúncio

Por volta de 1973 o diretor sueco Ingmar Bergman, já estabelecido como um dos grandes nomes do cinema, se aventurou no complexo campo dos relacionamentos conjugais ao produzir a minissérie, lançada diretamente para a televisão de seu país, Cenas de um Casamento. A produção tinha uma proposta muito pessoal para o realizador, sendo ela uma forma do mesmo externar experiências particulares.

Share.
Anúncio

Leave A Reply

Anúncio
Anúncio
ArabicChinese (Simplified)DutchEnglishFrenchGermanItalianJapanesePortugueseRussianSpanish