Microsoft faz parceria com VCs para fornecer acesso gratuito ao chip AI às startups

Paulo Boaventura
67 Views
5 Min Read

No meio de uma escassez de chips de IA, a Microsoft quer dar a algumas startups privilegiadas acesso gratuito a recursos de “supercomputação” de sua nuvem Azure para o desenvolvimento de modelos de IA.

A Microsoft anunciou hoje que está atualizando seu programa de inicialização, Microsoft for Startups Founders Hub, para incluir uma opção gratuita de infraestrutura de IA do Azure para clusters de máquinas virtuais GPU de “alta tecnologia” baseados em Nvidia para treinar e executar modelos generativos, incluindo modelos de linguagem grande nos moldes do ChatGPT .

Y Combinator e sua comunidade de fundadores de startups serão os primeiros a obter acesso aos clusters em visualização privada. Por que Y Combinador? Annie Pearl, vice-presidente de crescimento e ecossistemas da Microsoft, chamou a YC de “parceiro inicial ideal”, dado seu histórico de trabalho com startups “nos estágios iniciais”.

“Estamos trabalhando em estreita colaboração com a Y Combinator para priorizar as solicitações de seu grupo atual e, em seguida, dos ex-alunos, como parte de nossa prévia inicial”, disse Pearl. “O foco estará em tarefas como treinamento e ajuste de casos de uso que desbloqueiem a inovação.”

Não é a primeira vez que a Microsoft tenta agradar as startups do Y Combinator. Em 2015, a empresa disse que daria US$ 500 mil em créditos do Azure para o lote de inverno de 2015 da YC, uma medida que na época foi percebida como um esforço para afastar essas startups das nuvens rivais. Pode-se argumentar que os clusters de GPU para treinamento e inferência de IA seguem a mesma linha egoísta.

A Microsoft não nega necessariamente isso.

“Acreditamos que o Azure é o melhor sistema para criar soluções de IA e estamos priorizando aquelas que estão sendo desenvolvidas no Azure”, disse Pearl. “Esta oferta é para startups baseadas no Azure, parte da nossa visão de tornar a Microsoft a melhor nuvem para a construção de soluções de IA.”

A diferença desta vez é que não serão apenas as startups do Y Combinator que serão beneficiadas.

A Microsoft diz que está trabalhando com o M12, seu fundo de risco e as startups do portfólio do M12 para expandir o acesso aos clusters. E com o tempo, a Microsoft planeja fazer parceria com investidores e aceleradores adicionais, com o objetivo de “reduzir a barreira ao treinamento e execução de modelos de IA para qualquer startup promissora” (e familiarizá-los com o Azure, é claro).

“Embora todos os provedores de nuvem ofereçam créditos para startups, nossa abordagem tenta atender às necessidades mais amplas desta comunidade, permitindo a aplicação desses créditos para treinamento e ajuste fino para startups em estágio inicial”, disse Pearl.

Agora, a Microsoft deixa claro que dirige uma empresa – não uma instituição de caridade. As startups não poderão executar seus modelos de IA nos clusters gratuitamente por tempo indeterminado. O acesso será “limitado pelo tempo”, disse Pearl, e tem como objetivo ajudar as startups a testar e testar – em vez de executar – suas operações.

Ainda assim, a Microsoft posiciona a oferta como única no ecossistema de IA.

“Este programa é o primeiro desse tipo voltado para startups em estágio inicial e permitindo-lhes usar créditos do Azure para executar cargas de trabalho de IA”, disse Pearl. “Isso significa essencialmente GPUs gratuitas para startups em estágio inicial deste programa que normalmente ficariam presas a clientes maiores, para que possam treinar seus modelos de IA e impulsionar a próxima onda de inovação em IA.”

A AWS e o Google Cloud provavelmente discordariam dessa afirmação “primeira do tipo” – ambas oferecem programas de inicialização e aceleradores voltados para empresas em estágio inicial com foco em IA. Mas ao aliar-se a investidores – e às suas redes – a Microsoft poderá avançar onde a concorrência não o fez.

Por techcrunch
Tradução por Paulo Boaventura

Share This Article
Leave a review

Leave a review

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *