ClubNation;
Noticias

arquivo pessoal

É com pesar que informarmos que o ativista pelos direitos de LGBT, presidente do Grupo Cabo Free e membro do Conselho dos Direitos da População LGBT do Estado do Rio de Janeiro – CELGBT/RJ, Cláudio Lemos, faleceu na manhã de hoje.

Cláudio Lemos iniciou a sua atuação em Cabo Frio, fundando com outros ativistas o Grupo Cabo Free, que atuava inicialmente no município e depois passou a participar de vários espaços de articulação, com enfoque sempre para o contexto da Região dos Lagos.

Cláudio Lemos, que foi um dos fundadores do CELGBT/RJ, era membro da Comissão de Educação, Turismo, Esporte e Lazer, tendo uma assídua participação entre 2009-2011, contribuindo para o diálogo e a construção das ações e metas para enfrentar a homofobia nas Escolas.

O ativista contribuiu de maneira integral na construção do Programa Estadual Rio Sem Homofobia- RSH. Integrou a Câmara Técnica para elaboração do programa, criada pelo Governado Sérgio Cabral, entre 2007 e 2008. Teve importante atuação, junto com outros ativistas, na construção das duas conferências estaduais de políticas públicas para LGBT do Rio de Janeiro, realizadas em 2008 e 2011. Participou da Comissão de Acompanhamento da Campanha Publicitária Rio Sem Homofobia, lançada no dia 16 de maio de 2011.

Cláudio tinha 42 anos e iniciou o ativismo na causa LGBT há 08, com a realização do I Cabo Free – Encontro de Cultura LGBT na região dos Lagos. Contribuiu ativamente para aprovação de leis de proteção do cidadão LGBT e divulgação de Cabo Frio como destino turístico LGBT, além de capacitações e projetos de conscientização, sem contar com a maior festa LGBT da região: a Parada do Orgulho LGBT de Cabo Frio.

A pedido da família, Claudio, será enterrado no Cemitério de Irajá. Hoje, às 18h, chegará o corpo para ser velado. O enterro será amanhã às 11 horas.

Rio de Janeiro, 19 de fevereiro de 2012.

Cláudio Nascimento
Coordenador do Programa Estadual Rio Sem Homofobia
Superintendente de Direitos Individuais, Coletivos e Difusos da Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos